Skip to content

[News] Ao molho de erva: chef americano cria pratos com maconha

17/05/2016

wpid-wp-1426864595637.jpegDe cenas de filme a aventuras da vida real, todo mundo já ouviu falar de brownies e cookies feitos com cannabis – o Brasil também tem versões doces de maconha, como o brisadeiro. Mas esses doces não são lá grandes experiências gastronômicas. E é isso que o californiano Christopher Sayegh quer mudar.

Com  23 anos, o chef de cozinha criou a empresa The Herbal Chef, que faz o serviço de buffet para jantares privados – com um toque narcótico. Fã pessoal de maconha, ele encontrou jeitos de incluir o ingrediente em todos os pratos que prepara.

A ideia não é dar um gosto especial para os pratos, já que, nas palavras do próprio chefe, maconha tem um sabor horrível. Assim, o desafio que colocou para si mesmo foi disfarçar o gosto e o cheiro dentro de pratos saborosos, sem perder os efeitos recreativos da erva. Na maioria dos casos, ele alcança esse resultado com uma infusão de maconha aplicada aos alimentos usando um vaporizador.

O serviço funciona assim: o chef faz jantares – que saem entre 200 e 500 dólares por pessoa – em qualquer lugar do mundo, desde que o anfitrião pague os custos da viagem. O pacote inclui em média 5 pratos diferentes, de entrada a sobremesa, e um vinho diferente para combinar com cada etapa.

Além do cuidado ao preparar a refeição, o chef teve que desenvolver a habilidade de dosar a quantidade da droga ao longo do jantar. A maconha é processada no estômago de um jeito muito diferente e mais demorado do que quando é fumada – pode levar de 20 minutos até uma hora e meia.

Sabendo disso, Sayegh cria um crescimento gradual do efeito ao longo do jantar. No final da noite, cada convidado consumiu uma média de 80 mg de cannabis.

O site do The Herbal Chef também tem uma loja online que oferece ketchup, mostarda, pipoca com chocolate e até molho pesto em cubinhos (o preferido dos consumidores), todos com uma certa dose de THC, substância responsável pelos efeitos psicoativos da maconha.

maconha_gourmet_0

E os produtos do The Herbal Chef estão chegando também aos supermercados. A empresa criou congelados de frango com quinoa dosados com THC ou CBD (substância não psicoativa, recomendada para uso medicinal).

Mas tanto os produtos da loja quanto os congelados só podem ser adquiridos por residentes da Califórnia com recomendação profissional para uso medicinal da maconha já que, no estado, o uso recreativo ainda é proibido. Mas até com isso o site está disposto a ajudar – eles recomendam um link para um grupo de médicos que avalia os pacientes por videoconferência e manda a carteirinha de permissão pelo correio.

Enquanto isso, no Colorado, que já legalizou o uso recreativo há mais de dois anos, o restaurante de comida japonesa Hapa Sushi já sugere combinações de pratos com diferentes tipos da erva. Como será que vão ser chamados os sommeliers de maconha?

Fonte: Super Interessante

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: